A mamã hoje é pequenina .

 Pois é ,que ninguém chateie hoje a mamã (diga-se, eu) , porque ouvi dizer que dos 20aos 30 é um saltinho ! 
 E eu não sou daquelas que anseia crescer !
 Acho mais marcante a passagem dos 19 aos 20, do que propriamente o atingir os 18 anos.
 Para a Fia :

 Princesa, vês?, a mamã já tem vinte anos !
 Há dois anos atrás - sim, porque antes de ti, praticamente~já não existe- o desconforto, o calor, o peso, os preparaivos, a ânsia, o não saber em que dia chearias marcou o meu aniversário . Atingi a maioridade na que , pra mim, é a melhor fase de uma mulher .
 Hoje, enquanto escreve vejo-te esticar a perninha e encaixá-la na grade da cama que já é pequenina para ti .
 Juro, teho lágrimas nos olhos.
 Nada me fazia pensar que, a partir da maternidade, tudo girasse em torno de ti . Não fico mas ansiosa pelos meus anos , porque uma semana depois são os teus, e são esses que importam .
 Acho que faz parte do 'ser mãe' : abdicar um pouquinho de si, em função do que realmente importa agora .
 Estamos - o três -prestes a dar um grande passo na nossa vida : vamos ter o nosso espaço, a nossa vida independentemente do que corre à nossa volta .
 Vou dedicar-me a ti, ao Pai , à nossa casa linda onde pretendo educar-te por bastante tempo .
 O papá escolheu a tua cainha : é maior, mas não é gigante . Acho perfeitamente apropriada para os 86 centímetros de gente que me apaixonam todos os dias .
 Estás grande, e eu tenho tamntas saudades de quando eras apenas 47 centímetros de gente . Sabes?, mal te vi, vi que eras igualzinha ao papá. É um grande orgulho para ele , e tu és tão bonita, meu anjo .
 Há uma coisa que quero que saibas , apesar de tudo o que acontecer daqui para a frente : ao fazer vinte aninhos,  a mamã está - talvez pela primeira vez desde há muito temo - completamente feliz .
 Para isso contribuis tu, acima de tudo , com essa forma linda de me alegrar todos os dias e de me fazer ver que mesmo quando só tenho um euro no bolso , teho o maior tesouro em ti ; a nossa família grande, com os Tios, os avós e os bivós; a nossa casa, claro, e o facto de fazer o que queria há muito; e o Papá, com quem tenho agora uma relação melhor do que nunca , e que amo perdidamente .

 Um dia vou ler-te tudo isto, e tu vais mandar-me calar.
 E , sabes?, eu vou adorar.

1 comentários:



mãe disse...

Muitos Parabéns!!! Felicidades e um beijinho!